Sem dúvidas, o desfralde é uma das fases mais difíceis para os pais ou cuidadores de um bebê. É preciso muita paciência e dedicação, pois até o pequeno se livrar de vez das fraldas ele ainda vai se sujar muito.

Contudo, existem algumas ações que podem facilitar o período, como respeitar a maturidade da criança, dialogar, incentivar a autonomia e estar presente e atento aos sinais que ela dá. Mas quais são esses sinais? Incômodo, nojo ou estranhamento com a fralda suja, avisar que está fazendo xixi ou cocô e, claro, capacidade de liberar as excreções no momento em que desejar. Isso costuma acontecer a partir de 1 ano e meio ou 2 anos de idade, desse modo, é recomendado que o processo do desfralde comece por volta dos 2 ou 3 anos. Outra sugestão é começar pelo desfralde diurno e depois avançar para o noturno já que este costuma ser mais difícil.

Acima de tudo, é preciso lembrar que essa etapa, assim como qualquer outra do desenvolvimento infantil, é uma questão de maturidade e de amadurecimento. Por isso, algumas crianças passam pelo desfralde em um período de tempo mais curto do que outras. Mas lembre-se, é importante ficar atento, se não houver nenhum sinal de progresso, procure um pediatra.

 

Fonte: Revista Crescer